Selecionamos algumas práticas que tornarão suas ideias e apresentações ainda mais poderosas.

Vamos lá?

 

1 – Escolha sua mensagem

– Qual a principal informação você gostaria de fixar em sua audiência?

– Importante: ela deve ser curta e concisa.

– Faça o fluxo durante a apresentação, inserindo algumas repetições.

Ex: Em uma palestra sobre poluição marinha, um exemplo de mensagem principal pode ser: é de extrema importância diminuirmos o consumo ou até mesmo evitar o uso do plástico.

 

2 – Defina uma identidade visual

– Uma identidade bem definida, evidencia a sua mensagem principal e permite estruturar toda a sua apresentação.

Ex: Seguindo a palestra anterior, o tema poluição dos mares com derivados do plástico, busque aliar a sua oratória e o design dos slides com esta mesma identidade, as cores, as imagens e todos os demais elementos da apresentação devem ter ligação direta com o tema escolhido.

 

3 – Torne sua mensagem simples

– Livre-se de jargões, chavões, complexidade e confusão visual, aposte na simplicidade.

Ex: Imagine que sua plateia é composta por profissionais técnicos, estudantes e público em geral, possivelmente o público que não entende da parte mais técnica, terá dificuldades na interpretação do conteúdo. Neste caso possivelmente eles irão se distrair e ignorar a sua mensagem.

 

4 – Use recursos visuais inspiradores

– A retenção vai de 10% a 65% quando o visual apropriado e relevante é usado para transmitir uma mensagem, aposte em imagens incríveis.

Ex: Você lembra daquela frase: “entendeu ou quer que eu desenhe?” No caso das apresentações, o ideal é que você desenhe ou mostre por imagens, assim você “tangibiliza” suas ideias e fortalece a compreensão e memorização.

 

5 – Facilite a compreensão

– Tenha algo importante para compartilhar e exemplifique.

– Criar histórias e analogias permitem que o público acompanhe sua jornada em busca de uma solução e relembre desses fatos por muito mais tempo.

Ex: Certa vez criamos um projeto que exibia o processo de coaching. Tivemos a opção de simplesmente criar um texto padrão e técnico ou de criar uma história. Optamos por criar a história da jornada do coaching em que o tema era explorar um mapa. Toda a apresentação foi baseada em sair do ponto A, seguir um caminho traçado pelo mapa e chegar ao ponto B. O orador teve mais facilidades de demonstrar seus exemplos e a plateia entendeu o processo de um modo mais amigável.

 

6 – Remova as “barreiras”

– Conecte-se com seu público indo além do púlpito, você irá se surpreender com esta nova abordagem e terá novas ideias, ampliando suas relações.

– Fale na mesma linguagem da sua audiência, isso gera mais conexões.

Ex: Sentimos empatia quando há interação. Busque interagir com sua plateia, faça perguntas, interaja! Uma apresentação deve ser um diálogo e não um monólogo.

 

7 – Voz e interpretação

– Equilibre a variação vocal, intensidade, volume e também o ritmo das palavras.

– Use pausas para enfatizar os pontos principais, essas mudanças geram um brilho no conteúdo.
Ex: Imagine você participando de uma apresentação em que o orador fica uma hora falando no mesmo tom de voz, baixinho e calmo… possivelmente você ficará com sono.

 

8 – Conheça o seu material minuciosamente

– Isso lhe dará mais confiança sem a necessidade de inserir toda a informação textual na apresentação.

– Não use notas nos slides, pois elas distraem o público, ao invés disso, ensaie, ensaie e mais uma vez ensaie.
Ex: Você já assistiu a alguma apresentação do Steve Jobs? Ele usava slides com mensagens curtas e imagens incríveis. Seu segredo era treinar várias vezes antes de subir ao palco, a fim de transferir uma mensagem poderosa e memorável!

 

9 – Forneça um apelo à ação

– Incentive o seu público a fazer uma mudança em suas vidas.

– As pessoas são mais propensas a lembrar da sua mensagem quando você propõe a elas um desafio pessoal, acredite, isso é poderoso.
Ex: Percebemos um erro comum em grande parte dos apresentadores, eles exibem o problema e a solução, mas não propõe uma desafio de fato para sua plateia. Quando se trata de convencer pessoas precisamos criar continuidade.

 

10 – Finalize com impacto

– Um final mal planejado é péssimo. Lembre-se, isso é tudo o que as pessoas vão lembrar sobre a sua apresentação, prepare-se muito bem para esta etapa.

– Volte para a introdução e faça uma breve jornada por todo o conteúdo, então finalize com clareza e certifique-se de enfatizar sua mensagem principal uma última vez.

Ex: Grande parte das apresentações terminam com: “Então é isso pessoal”, não existe nada mais “morno” que um encerramento como este. Engrandeça sua apresentação e desafie seu público para sair de sua zona de conforto.

 

Aplicando essas 10 técnicas, certamente sua mensagem terá um novo significado. Muitos dos seus objetivos podem ser alcançados aplicando essas simples dicas. Este é um desafio que recomendamos para você! Aplique essas técnicas e conte para nós como foi o resultado 🙂

Esperamos que tenha gostado deste material.
Caso tenha alguma dúvida, escreva pra gente. 😉